sexta-feira, 18 de março de 2011

Solidão




Sublime é a solidão
Momento de entender
O que se passa no coração
Tentando não esmurecer

Lamentar e sofrer
Não é a questão
É querer viver
Com os pés no chão

Para solitários não há verão
Nem mesmo amanhecer
A vida corre em vão
Para o anoitecer

Solitários apenas têm a ilusão
De a vida cohecer
E nela padecerão
Para todo fenecer

A vida de Sangue&Alma

Um comentário:

  1. É realmente sublime!Vc consegue em poucas palavras dizer tudO.

    ResponderExcluir